Sobre o amadurecimento das coisas!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

  

  Sabemos que coisas boas nos aguardam sempre. Em nosso coração sempre existe aquela chama, uma voz que diz que o que tanto almejamos irá chegar. Os nossos sonhos serão realidade e teremos felicidade plena! Isso é muito bonito... até quando nos permitimos esperar, até quando conseguimos nos conter na paciência e na calma.
  Há momentos em que o desespero bate! Nós sabemos que o desejo se realizará, mas fixamos nossos olhos somente no tempo, e começamos a reclamar que está demorando tempo demais, que já não suportamos mais tamanha espera. Nos dias de hoje, a pressa tem reinado, e já não conseguimos aguardar um pouquinho a mais de tempo.
  Como uma fruta, as coisas também precisam de tempo para amadurecer, para caírem boas em nossas mãos e, enfim, podermos apreciá-las. Mas não conseguimos aguardar! Desejamos tudo á nossa maneira, e esquecemos que cada mínima coisa possui seu tempo exato de amadurecimento.
  E é por isso que perdemos tanto na vida. Temos pressa, “metemos os pés pelas mãos”,  e antes que nosso fruto amadureça, o arrancamos do pé sem ele estar pronto!E o que acontece? Ele acaba morrendo. As coisas murcham, e se esvaem por entre nossos dedos. Ao vermos essa triste cena, nos arrependemos, mas é tarde demais para lágrimas e pedidos de desculpa. O fruto já morrreu! Agora é a hora de plantar outro e, não esquecer, de esperar seu tempo certo de amadurecimento, para que possamos experimentá-lo e fazê-lo duradouro!


" Esse é um dos capítulos mais difíceis do livro-texto 
e do caderno de exercícios: 
o aprendizado do respeito ao sábio tempo das coisas. "
(Ana Jácomo) 

3 comentários:

IEC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
William disse...

Muito bom seu blog, mas sobre a postagem como saber o tempo certo de colher? será que as vezes esperamos demais o colhemos o fruto já estragado? me pergunto quando é o tempo de colher ou tempo de ficar esperando. Vivemos em u mundo onde nos preoculpamos tanto com o tempo que nos precipitamos nas coisas. Mas até quando a humanidade suportará o peso do tempo?

sara kellyne. disse...

Sabe Willian, eu não tenho como lhe dizer o tempo certo de colher as coisas, pois cada uma pede um tempo necessário! Não há fórmulas, não há cálculos matemáticos ou coisa alguma que possa definir o momento certo. E quanto ao tempo... ah, ele não mudará! Ele seguirá nos deixando malucos, brincando com nossas caras, nossos medos, nossos sentimentos... E assim, a vida vai seguindo seu curso! Alie seu coração à sua razão, e faça as melhores escolhas!
Beijo grande, e obrigada pela visita. :*