15 anos sem Renato Russo!

terça-feira, 11 de outubro de 2011



Obrigado Renato Manfredini Júnior...

Por - pelo menos ter tentado - nos ensinar que é preciso amar como se não houvesse amanhã, e que a felicidade mora aqui, com a gente, até a segunda ordem. Que quando se aprende a amar, o mundo passa a ser nosso. Por nos ensinar que é a verdade que assombra, o descaso que condena e a estupidez que destrói; que disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza, e quando se tem coragem, tem bondade. Por sempre, sempre, falar que não devemos deixar que nos digam que não vale a pena acreditar no sonho que nós temos. Por nos ensinar, também, que se quisermos alguém em quem confiar, devemos confiar em nós mesmos. Por entender nossa carência, nossa procura por alguém que um dia possa nos dizer que quer ficar só conosco. Por nos entender quando dizemos que se o mundo é parecido com o que vemos, preferimos acreditar no mundo do nosso jeito; por insistir que se entregar é uma bobagem e que o vento leva sempre tudo embora. Por nos ensinar que, mesmo que sejamos diferentes, no fundo todos somos iguais. Por nos mostrar que o sol nasce para todos, e que o tempo é aquilo que mais dizemos usar, mas não temos tempo nem para nós mesmos. Mas temos uma chance ainda. (...) Medo? NÃO TEMOS, muito menos do escuro, mas deixe as luzes acesas. E obrigado, por falar, inúmeras vezes, que os sonhos vêm e que os sonhos vão e que o resto é imperfeito. E, acima de tudo, por nos ensinar, sempre, em qualquer frase, de qualquer musica, que quando tudo está perdido, sempre existe uma luz! E nos fazer acreditar que, ao menos uma vez, o mais simples pode ser visto como o mais importante. Por nos ensinar a vencer os obstáculos, afinal, tudo está perdido, mas existem possibilidades. Ah, e que apenas começamos... e o mundo começa agora! Entender, que, quem fala demais quase sempre não tem nada a dizer. E por nos deixar malucos, porque é só você que tem a cura para esse nosso vício de insistir nessa saudade que sentimos de você.

"Nunca chore diante das pessoas que não entendem o significado de suas lágrimas porque amar é uma arte mais nem todo mundo é artista." Renato Russo

2 comentários:

V.B.Mello. disse...

15 anos sem Renato Russo! Parece que foi ontem... Sara Kellyane, seu blog me encheu a alma de boas recordações. Inspirador! Ou, inspira – dor, uma dor boa de saudade de quem partiu cedo demais. Parece que foi ontem...

sara kellyne. disse...

Obrigada! Volte sempre que quiser, minha metamorfose está de portas abertas...