Entre aspas...

quinta-feira, 24 de março de 2011






  Muitas vezes, 
nós nos escondemos uns dos outros para nos protegermos,
 e também juramos ser de concreto o nosso muro de folhas.
Nós nos escondemos por contraditória defesa, 
porque, no fundo, 
além de todo e qualquer medo nosso, 
a verdade é que tudo o que mais queremos é olhar e sermos olhados com amor. 
Nosso corpo com tudo o que faz parte do seu reino, 
nossas palavras, nossos silêncios, nossos gestos, 
nossa ausência de gestos, tudo isso diz, 
tudo isso são brechas entre as folhagens que nos revelam o tempo inteiro, 
mas a gente nem desconfia ou simplesmente esquece. 
Não é raro, achamos que nossos sentimentos estão escondidos
 quando partes da alma estão todas de fora.

Ana Jácomo


2 comentários:

• Cynthia Brito • disse...

E, às vezes, essas partes precisam fazer junção e tornarem-se unidas dentro de nós.
Bom finzinho de semana, Sara :D

Com amor,
|Cynthia|

Jade Mendes disse...

ameeeeeeeeeeeei demais *-*